Por quê eu deveria introduzir dados estruturados no meu web site?

Nós devemos esperar que sistemas de buscas, como o Google, aprovem publicamente o GS1 SmartSearch? Se eles não aprovarem, será um problema?

Google já aprova dados estruturados em JSON-LD (JavaScript Object Notation – Linked Data) como um método que permite que seus spiders indexadores entendam melhor uma página web. GS1 SmartSearch são dados estruturados com uma combinação com o vocabulário schema.org que descrevem produtos em detalhes. Não há necessidade do Google aprovar publicamente GS1 SmartSearch para ele ser efetivo. Além disso, Google está aprovando o uso dos GTINs em dados submetidos ao Google Shopping, de forma que eles considerem o GTIN como uma importante identificação do produto.
2.1 Por quê eu deveria introduzir dados estruturados no meu web site?
Existem um número de diferentes motivações para incluir dados estruturados dentro do seu web site.
Os mais comuns são:
– Fornecer mais fácil acesso à informação sobre seus produtos e ofertas de produto aos consumidores
através da melhora nos resultados de busca e “rich snippets”
– Expor informações sobre seus produtos e ofertas de produtos de um modo que permita que isso
seja consumido por aplicações e apps móbiles
– Expor informações de um modo que irá permitir que elas sejam conectadas a outras fontes de
informação sobre o mesmo produto, por exemplo, conectar informações sobre marcas, varejistas,
consumidores e outras partes
– Fornecer um modo de conectar produtos físicos e suas identidades na web (por meio de QR Code
e scaneamento mobile)
2.2 Isso é uma nova tecnologia?
Não. Muitas marcas e varejistas já introduziram alguns dados estruturados dentro de seus websites a
fim de alavancar os resultados de busca para seus produtos e ofertas de produtos. O vocabulário web
GS1 utiliza essa tecnologia existente para estender o campo de atributos de produtos que possam ser incluídos dentro de sua página web, reutilizando as definições padrões que já existem dentro do
dicionário de dados GS1 e da Classificação Global de Produtos.
2.3 Por quê a GS1 está envolvida e por quê eles tem desenvolvido o
Vocabulário Web GS1?
Com o passar dos anos a comunidade GS1 tem desenvolvido padrões para representar informações sobre produtos a fim de dar suporte aos seus associados em suas habilidades de introduzir novos produtos, e gerenciar sua cadeia de suprimentos de ponta-a-ponta.

A iniciativa do GS1 SmartSearch foi desenvolvida para permitir que esses padrões sejam utilizados para expor aos consumidores as informações dos produtos diretamente dentro de suas páginas web. É previsto que o vocabulário Web GS1 para informações de produtos irá permitir que fabricantes e varejistas descrevam características dos produtos em detalhes mais ricos em comparação ao que eles utilizam atualmente através de ontologias, como schema.org ou GoodRelations. Ao incluir as chaves e classificações GS1 (GTIN e GPC) é previsto que ficará mais fácil para os usuários conectarem dados de produtos e ofertas entre
varejistas, fabricantes, sistemas de buscas e outros sites.
2.4 Eu já utilizo Schema.org para descrever meus produtos. Por quê eu
deveria usar o Vocabulário Web GS1?
O Vocabulário Web GS1 procura complementar as ontologias existentes. É previsto que os websites utilizarão ambos (você pode usar ambos dentro da mesma página). As razões para utilizar o Vocabulário Web GS1 são:
– Ele é mais detalhado, portanto permite a você declarar mais fatos sobre seus produtos e ofertas.
Por exemplo: é completamente alinhado à ultima regulamentação europeia em relação a divulgação online de informações de produtos aos consumidores (EU 1169/2011).
– Os atributos dentro do Vocabulário Web GS1 são entregues diretamente de termos padrões GS1
existentes, os quais irão auxiliar empresas que já utilizam os padrões GS1
Perceba que onde um atributo no Vocabulário Web GS1 já existir dentro do Schema.org ele será expressado utilizando o comando ‘sameAS’ para fornecer uma conexão entre os termos.
2.5 Quais são os benefícios para donos de marca e fabricantes?
Donos de marca poderão se beneficiar de Dados Conectados pois isso irá garantir que seus produtos estejam altamente visíveis na web (incluindo especificações detalhadas do produto, nutrientes, informação nutricional, saúde, certificações de meio ambiente e éticas, assim como links com ficha de dados técnicas, manuais de instrução e ajuda online). Usando a tecnologia de Dados Conectados, pequenos fabricantes de nichos de produtos especializados podem alcançar a mesma visibilidade web
de seus produtos que grandes fabricantes de produtos em massa.

Utilizando dados estruturados, fabricantes e donos de marca podem tornar as informações de seus produtos, claras e oficiais, acessíveis aos consumidores, reduzindo assim, o risco de consumidores se depararem com informações de baixa qualidade ou informações desatualizadas de fontes alternativas.
Adicionalmente, fornecendo dados estruturados sobre produtos e ofertas de produtos, donos de marca podem melhorar a percepção dos critérios de busca que os consumidores estão utilizando para localizar e selecionar os produtos que melhor se adequem às suas necessidades; a disponibilidade
aberta dos dados estruturados permite um campo de novas aplicações voltadas ao consumidor para busca de produtos e comparação – que podem ser em forma de apps para smartphone ou aplicativos
de consumo em loja. Isso por sua vez, pode fornecer aos donos de marca informações sobre o comportamento do consumidor e preferências, que permitam a eles melhorarem seus produtos para irem de encontro ao critério de interesse desses consumidores.
2.6 Quais são os benefícios para varejistas?
Varejistas podem se beneficiar da tecnologia de Dados Conectados garantindo que as ofertas de produtos estejam altamente visíveis na web (incluindo detalhes de promoções e ofertas especiais, disponibilidade, revisões de consumidores e avaliações, oportunidades de venda-cruzada para produtos relacionados e acessórios). Dados Conectados podem ser utilizados para fornecer uma elevada experiência de compra na web, e via apps de varejo para smartphones ou aplicativos de consumo em loja. Por exemplo, alguns varejistas já desenvolveram apps de lista de compra digital Guia de Implementação SmartSearch GS1 que permite aos consumidores fazerem escolhas inteligentes sobre seus produtos, baseados nas suas necessidades individuais, ou preferências em saúde, meio ambiente ou questões éticas.
2.7 Quais são os benefícios para os consumidores?
A introdução de dados estruturados irá beneficiar consumidores por:
– Dá-los resultados de busca mais eficazes e úteis para produtos que atendam suas necessidades, por exemplo, um resultado de busca para um produto que atenda suas necessidades de dieta, ou próximos a eles, fornecidos com rich snippet adequados de informações sobre produtos e onde eles podem ser comprados.
– Tornar mais fácil executar comparações lado-a-lado de produtos pois o resultado dos dados é menos ambíguo que os de texto simples dentro de uma página.
– Ajudar consumidores a terem mais confiança nos dados disponibilizados dos produtos (que os fabricantes escolhem publicar)
– Dar aos consumidores novos modos para acessar informação de produtos, através de busca ou o scan de QR Codes, usando aplicativos e apps que analisam e apresentam informações de uma maneira padrão independentemente dos fabricantes.

 

Fonte: GS1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *