Os e-commerces em datas comemorativas

#Standout Explica

As vendas online continuam a superar os números. Segundo o índice MCC-ENET desenvolvido pela Neotrust [1](Movimento Compre & Confie), em parceria com o Comitê de Métricas da Câmara Brasileira da Economia Digital (camara-e.net), o Brasil registrou um aumento de 45,17% [2]no seu e-commerce em janeiro de 2021. Comparado há 2020 foi um crescimento de 61,82%.

Esses números podem-se se dar devido ao fato de que hoje tem-se um consumidor cada vez mais omnichannel, e as empresas mais preparadas para tal demanda, afinal em 2020 todos tiveram que se adaptar e fazer acontecer no online. Já em 2021, esse público está mais habituado e confiante para a compra online, enquanto as empresas cada dia mais, tem inovado no formato online para se destacar com as vendas nos e-commerces. A Neotrust no Relatório Dia das Mães 2021, relata que também houve um aumento de 8,7% [3]no volume de campanhas patrocinadas e de 9,6% no investimento em mídia paga entre as sazonalidades de um ano e outro.

Vendas online no Dia das mães

As compras online no período do Dia das Mães, gerou um valor aproximado a R$ 7 Bilhões, afirma Neotrust. O levantamento aponta que essa alta foi equivalente há 15% em relação ao ano passado. Muito parecido ao cenário de 2020, com o comércio físico fechado na maior parte do Brasil, os brasileiros recorreram a internet para garantir o presente das mães.

Para algumas empresas foi considerado o melhor Dia das Mães dentro de um período de 5 anos, sendo um resultado maior do que estava sendo esperado. Com a possibilidade de ter maior economia e variedade dentro do e-commerce, os consumidores estão optando cada vez mais por comprar online. E os números mostram que o e-commerce está cada vez mais sólido no hábito de consumo dos brasileiros.

Apesar desses resultados, é preciso se preparar para as próximas datas comerciais, uma vez que o Dia das Mães, sendo a principal data comercial do primeiro semestre, trouxe os resultados esperados para o período.

Projeção para o Dia dos Namorados

Dia das Mães mal terminou e os lojistas de todo o Brasil já estão de olho na próxima grande aposta do mercado: o Dia dos Namorados. A data cresceu 63% em volume de pedidos e 91% em faturamento entre 2019 e 2020, movimentando R$ 4,1 bilhões em receita[4], conforme dados da Ebit|Nielsen e Bexs.

Vale lembrar que o Dia dos Namorados no Brasil fica atrás apenas do Natal e Dia das Mães quando o assunto é compras online em datas comemorativas. Por essa razão, o comércio estima um crescimento de 2,5% nas vendas no Dia dos Namorados 2021. Esse número gira em torno de R$ 1,65 bilhão, com a taxa de inflação já descontada.

Essa expectativa de crescimento deixa nítido o potencial da sazonalidade para o e-commerce em 2021. E como a demanda por ofertas na data já está crescendo, preparar ações com antecedência é decisivo para o sucesso de vendas no dia 12 de junho.

O varejo tem buscado formas de atrair os consumidores e, claro, aproveitar a movimentação em torno das datas comemorativas. Neste momento, quem tiver operação omnichannel, sai na frente por conseguir um destaque muito maior. E o trade marketing digital, é peça fundamental nesse momento, pois ele que leva a experiência do ponto de venda físico para os e-commerces. A comunicação com os consumidores através de conteúdo especial e exclusivo em vitrines digitais e landing pages se faz necessária para que o consumidor tenha toda a informação sobre o produto e tome a decisão de compra quando ele está na página do produto escolhido.

Gostou? Entre em contato conosco e saiba como levar essa experiência para seu cliente e aumentar suas vendas também.


[1] Índice MCC-ENET – Neotrust [1]

[2] Relatório Dia das Mães 2021 – Neotrust

[3] Dados da Ebit|Nielsen e Bexs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *